MENU
casal_seixal

Suspeita de crime conjugal na morte de Capitão-de-fragata e mulher

11 Julho, 2014 • Redação • Destaque, Sociedade

Share Button

A Polícia Judiciária suspeita tratar-se de um homicídio conjugal seguido de suicídio. Mas o caso ainda está sobre investigação.  

Um homem e uma mulher foram encontrados mortos a tiro em Belverde, no Seixal, na madrugada da passada quarta-feira. O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária de Setúbal, havendo a suspeita de se tratar dum caso de homicídio conjugal seguido de suicídio do marido.

O corpo da mulher de 44 anos foi o primeiro a ser encontrado por um transeunte, numa zona de mata. A cerca de 50 metros estava o corpo do homem de 48 anos, assim como a arma, uma pistola de calibre 7,65 milímetros, que terá sido usada no crime.

Segundo informações da PJ, o corpo do homem foi encontrado por elementos da brigada cinotécnica da PSP, baleado na nuca. Pelo que tem vindo a público, trata-se de um militar, capitão-de-fragata, fuzileiro, que tinha passado à reserva no início do ano.

Os motivos do crime ainda estão sobre investigação. Ao que foi noticiado pelo jornal Público, com base em fonte da PJ, “não existiam quaisquer referências a situações de conflito entre o casal”, que deixa dois filhos, uma criança e um adolescente.

Entretanto, através do seu porta-voz, a Marinha salientou que a “a folha do militar está limpa” e que o capitão-de-fragata era um “fuzileiro exemplar com várias condecorações e louvores”. Quanto à arma alegadamente usada no crime, acrescenta a mesma fonte que não é da Marinha e que esta “não atribui armas de uso pessoal aos seus militares”.

Os corpos das vítimas foram recolhidos pelos Bombeiros da Amora e transportados para a morgue do Hospital Garcia de Orta.

Artigos Relacionados

Uma resposta a Suspeita de crime conjugal na morte de Capitão-de-fragata e mulher

Deixar uma resposta

« »