MENU
Almada Centro

CDS de Almada quer “observatório” para comércio local

9 Julho, 2014 • Redação • Destaque, Política

Share Button

O CDS-PP de Almada considera que o comércio tradicional do concelho de Almada não está a ser bem acompanhado pela maioria comunista que governa a Câmara, pelo que propõe a criação de um órgão consultivo que envolva várias entidades relacionadas com este setor económico. “Há muito que os comerciantes deixaram de ser ouvidos pelo executivo”, afirma.

O resultado tem sido que “muitas das políticas concretizadas pela câmara de Almada teriam tido muito mais sucesso se os mesmos [comerciantes] tivessem ao longo dos últimos anos uma maior oportunidade de fazer parte das decisões”, infere António Pedro Maco, presidente da Concelhia do CDS-PP de Almada.

Para o líder centrista e deputado Municipal em Almada, é necessária uma “intervenção de fundo que altere o estado de abandono em que se encontra o comércio em Almada” e, nesse sentido, apresentou na última Assembleia Municipal uma moção onde é proposta a criação de um Conselho Municipal de Comércio”.

Segundo o documento, este órgão deverá funcionar como um “conselho consultivo para o comércio em Almada que possa funcionar como ancora e uma mais-valia para a promoção da atividade comercial e de serviços no concelho”. Acrescenta o CDS-PP, que este “será um órgão aglutinador e convergente que melhorará em muito a promoção do comércio atraindo mais pessoas à cidade e evitando mais fecho de estabelecimentos e mais desemprego”.

A moção do CDS-PP, refere comunicado do partido, vai agora ser analisada pelos deputados municipais com assento na comissão respetiva a esta matéria. Uma decisão proposta e apoiada pelos partidos representados na Assembleia Municipal de Almada, com exceção dos deputados do PCP.

Artigos Relacionados

Uma resposta a CDS de Almada quer “observatório” para comércio local

Deixe uma resposta

« »