MENU
MPME_PCP_1

Comissão de empresários do PCP contra Orçamento de Estado

17 Novembro, 2014 • Redação • Destaque, Política

Share Button

A Comissão Regional dos Micro, Pequenos e Médios Empresários de Setúbal do PCP condena o Orçamento de Estado para 2015 por ser uma “afronta às Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPME), por “intensificar as opções da Troika”. Para além disso, “constitui um descarado assalto aos trabalhadores, reformados e pensionistas, com todas   as implicações negativas nas diversas atividades do mercado interno, que conduz à redução do poder de compra”.

Para esta estrutura comunista não é de aceitar um Orçamento que “continua a lançar uma inaudita carga fiscal que pôs a economia de rastos” e “conduziu ao encerramento de milhares de MPME”, ao mesmo tempo que se pauta pela “inexistência de medidas fiscais e de objetivos estratégicos para este contexto empresarial.

“Não teve em consideração a proposta apresentada pela Confederação Portuguesa das Micro, Pequenas e Médias Empresas, que propõe um conjunto de medidas fiscais e um plano estratégico nacional”, ao invés disso “mantém a continuidade do IVA a 23 por cento e a manutenção dos escalões do IRS, o Pagamento Especial por Conta e outras medidas nefastas para o futuro dos MPME”, afirma a comissão regional de Setúbal afeta ao PCP, que considera este Orçamento de Estado mais um passo no “rumo da destruição do país”.

 

Foto: DR

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

« »