MENU
Cruzeiro Tejo Transtejo_1

Cruzeiros da Transtejo revelam duas margens

11 Junho, 2014 • Humberto Lameiras • Destaque, Lazer

Share Button

Ninguém pode dizer que conhece Lisboa ou a frente ribeirinha da margem sul se não tiver viajado ao longo do Tejo, desde o Parque das Nações até à zona ocidental de Belém. A Transtejo tem dois circuitos turísticos que permitem saber mais sobre ambas as margens e sentir melhor o rio.

O ano passado, entre 1 de abril e 31 de outubro, a Transtejo transportou nos circuitos “Lisboa Vista do Tejo e “Descobrimentos” 30 mil turistas, registando um aumento de 3 por cento comparativamente com 2012. Para este ano, o objetivo é atingir os “40 mil passageiros”, revela Rui Sousa, responsável pela área de turismo do grupo.

Um objetivo que a Transtejo calcula tendo em conta a captação de turistas nos primeiros dois meses deste ano nos dois circuitos – maio e abril –, tendo registado “um crescimento de cerca de 30 por cento, relativamente ao ano passado”.

Aliás, para Rui Sousa o turismo é um setor de grande peso na economia local e nacional, uma vez que “cresce em contraciclo” da crise do país. No caso dos cruzeiros da Trastejo, “registaram um crescimento muito significativo”, refere sem avançar números, mas ao mesmo tempo admite que o grupo possa criar novas ofertas neste setor.

Com a maior parte dos cruzeiros a serem feitos a bordo do Cacilheiro típico, St. Paulos, com capacidade para 200 passageiros, os turistas ingleses são os que mais procuram estes passeios, significando 36 por cento dos clientes, o turista francês representa 20 por cento e os espanhóis 12 por cento. Relativamente aos turistas portugueses, constituem 10 por cento.

“Por vezes o número de passageiros esgota o St. Paulos e temos de usar outros navios na Frota Turística”, diz Rui Sousa. O reforço é feito com os navios Martim Moniz e São Jorge, ambos com capacidade para mil passageiros. “Em termos de atividade de cruzeiros, o Grupo Transtejo tem apresentado resultados que permitem manter esta atividade sustentável financeiramente”, refere nota informativa da empresa.

Com início em 1981, os Cruzeiros no Tejo a bordo de navios da Transtejo estão divididos em dois circuitos turísticos diários no Tejo. Na viagem mais longa a “Lisboa Vista do Rio”, os passageiros embarcam no Terminal do Terreiro do Paço e durante 2h30 sobem o Tejo até ao Parque das Nações e depois descem passando por debaixo da ponte 25 de Abril, sempre com a panorâmica dos monumentos nas duas margens do rio. Quanto ao preço, os adultos pagam 20 euros, se tiverem mais de 65 anos pagam 15 euros e as crianças 10 euros.

No circuito “Descobertas”, com os adultos a pagarem 15 euros – a correlação de preços é a mesma para os restantes passageiros – o embarque é no Terminal Fluvial do Cais do Sodré e a navegação faz-se até à Torre de Belém, durando 1h15. Em ambos os circuitos os passageiros voltam ao ponto de embarque, sendo cada percurso sempre acompanhado por assistentes de bordo e guia turístico.

Cruzeiro Tejo Transtejo_2 Cruzeiro Tejo Transtejo_4 Cruzeiro Tejo Transtejo_3

Artigos Relacionados

Uma resposta a Cruzeiros da Transtejo revelam duas margens

Deixe uma resposta

« »