MENU
Onda Parque

Empresários portugueses querem renascer antigo Onda Parque

12 Novembro, 2014 • Humberto Lameiras • Destaque, Sociedade

Share Button

Os terrenos do antigo Onda Parque na Costa da Caparica estão na mira de um grupo de investidores portugueses que os pretendem adquirir com o objetivo de reconstruir ali um novo parque aquático.

O valor certo do investimento ainda não foi revelado mas “o negócio está em curso”, garante a Sónia Eugénio da empresa imobiliária Remax, mediadora do negócio, que adianta ao Cidade Informação Regional que “a data de escritura de compra e venda ainda não está confirmada”, mas “será proximamente”.

Assim que seja consumada a aquisição dos terrenos o projeto de reconstrução do parque aquático dará entrada na Câmara de Almada para aprovação, sendo objetivo dos investidores que o mesmo possa estar em condições de funcionar já durante o Verão de 2015. “O projeto de reconstrução já existe, necessitando apenas de algumas atualizações”, avança Sónia Eugénio.

Atualmente os terrenos pertencem ao empresário de construção civil Libório Temporão que depois de os adquirir, em 2005, ao antigo proprietário do Onda Parque – o barão holandês Sloet tot Everl – chegou a pensar em alguns projetos para quele espaço, mas estes nunca avançaram. “O que está previsto é a venda da empresa Impredível, que tem como único património os terrenos do antigo Onda Parque”, disse Libório Temporão à Lusa.

Aliás, a hipótese de construir naqueles terrenos algum tipo de empreendimento habitacional, ou similar, dificilmente irá merecer a aprovação da Câmara de Almada. Em fevereiro deste ano, numa reportagem da SIC sobre o Onda Parque, a vereadora do Planeamento, Administração do Território, Maria Amélia Pardal, afirmava que o “Plano Municipal de Almada prevê [para estes terrenos] uma zona de equipamentos. Não pode haver construção para habitação”. Portanto a construção de um novo parque aquático poderá ser bem acolhida pela autarquia.

Entretanto fonte da Câmara de Almada escusou-se a tecer qualquer consideração sobre a eventual reabertura do Onda Parque em 2015, referindo apenas que, “até ao momento não deu entrada nos serviços da autarquia qualquer pedido relacionado com esse projeto”.

Inaugurado em 1988, o Onda Parque devido à diversão proporcionada pelos seus equipamentos e facilidade de acessos através do IC 20, foi um dos parques aquáticos de maior sucesso. Veio a encerrar em 1996. Desde então aquele espaço entrou num severo estado de degradação.

 

Foto:DR

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

« »