MENU
Jerónimo Sousa_SMAS

Jerónimo de Sousa visita SMAS e condena privatização da água

20 Agosto, 2014 • Redação • Destaque, Política

Share Button

Jerónimo de Sousa não aceita a privatização do setor da água e acusa o Governo de ter uma política que colide com o serviço público. “É possível servir as populações com qualidade, com serviços sucessivamente reconhecidos, credenciados e premiados”, afirma.

O secretário-geral do PCP falava durante uma visita às instalações dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Almada e, ao mesmo tempo que reafirmava que a água, por ser um bem essencial, deve ser mantida na esfera pública, dava o exemplo da capacidade de trabalho dos quadros dos SMAS de Almada que garantem um serviço de “qualidade”.

Para Jerónimo de Sousa o setor da água é um dos serviços públicos que tem de merecer mais atenção do executivo de Pedro passos Coelho. Mas, ao invés disso, “as perspetivas deste Governo”, apontam para “privatizar a água e atacar o poder local e os próprios trabalhadores”.

Dando como exemplo os SMAS de Almada, realçou que “hoje são necessários mais trabalhadores para manter este serviço de qualidade”. Porém, “o Governo proíbe e penaliza todos aqueles que não reduzirem os postos de trabalho. Naturalmente aqui a Câmara Municipal de Almada vai ser penalizada porque abriu um concurso porque precisa de facto de um reforço de trabalhadores”.

 

Foto: DR

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

« »