MENU
Artes e Engenhos

Mostra de Teatro de Almada leva ao palco 19 espetáculos

6 Novembro, 2014 • Humberto Lameiras • Cultura, Destaque

Share Button

Arranca amanhã, 7 de novembro, a 18.ª Mostra de Teatro de Almada com um cartaz de 19 espetáculos, oito deles em estreia, interpretados por 17 grupos, entre profissionais e amadores, até ao próximo dia 23.

O primeiro momento da Mostra será esta sexta-feira, às 21h30, na Casa da Cerca, em Almada Velha, com o lançamento do livro “Sinas” de João Vasco Henriques, ilustrado por A. Mimura. A seguir à apresentação da obra pelo escritor, ator e encenador d’O Grito, José Vaz, as Produções Acidentais sobem ao palco com o espetáculo “Carnival – comei as vossas crianças”, encenado e interpretado pela atriz Luzia Paramés.

Em estreia vão estar peças como “Noite de Guerra no Museu do Prado” pelo Teatro & Teatro, “Ciclo do Amor” pelo Teatro ABC.PI, “A Cadeira” pelo Crème de la Crème e “Monólogos Cruzados”, que encerrará a programação da Mostra deste ano.

Para o público mais novo, o Grupo de Teatro Musical da Academia Almadense apresenta o “Sítio do Picapau Amarelo” e o Grupo de Teatro da Manuel da Fonseca leva à cena dois novos espetáculos: “Pássaro Branco” inspirado na obra de Maria Rosa Colaço e “Na minha terra isto acontece de Ferrer Asturiano. Marina Nabais vai apresentar a peça coreográfica “Dançário”.

Nesta Mostra de Teatro participam pela primeira vez o Alpha Teatro com direção dos jovens atores Sofia Raposo, Luís Menezes e Mariza Carrière, o Teatro na Gandaia da Costa da Caparica com uma encenação do actor Rui Cerveira e a produção Actos Urbanos do Teatro de Areia com direção de Joana Sabala e texto de Sarah Adamopoulos.

Apoiada Pela Câmara de Almada e grupos de teatro locais, a 18ª Mostra de Teatro de Almada vai passar pelos palcos do Teatro Municipal Joaquim Benite, Casa da Cerca, Casa Municipal da Juventude de Cacilhas, Teatro Extremo, Auditório Pluricoop, Incrível Almadense, Recreios Desportivos da Trafaria, Biblioteca Municipal Maria Lamas no Monte da Caparica e ainda pelo recém-reinaugurado Cineteatro da Academia Almadense.

 

Foto: João Ferro Martins

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

« »