MENU
Jorge Rocha e Maria João Velez vão continuar na equipa de Manuel Branquinho

Piedade quer resolver contas e reforçar infraestruturas

12 Março, 2014 • Humberto Lameiras • Desporto, Destaque

Share Button

Manuel Branquinho foi reeleito pelos sócios do Clube Desportivo da Cova da Piedade, com 75 por cento dos votos, e está pronto para levar o clube a “ultrapassar um período difícil” relacionado com a “falta de infraestruturas”, e “anular” um passivo na casa dos “40 mil euros”.  

Para a direção do Piedade a dinamização do clube depende em muito de conseguirem a colocação de uma pala sobre a bancada, obra que está sujeita a autorização da Câmara de Almada, e ainda relvar o campo pelado e servi-lo com balneários. “Vamos tentar dialogar com a Câmara para que as infraestruturas desportivas que neste momento estão menos funcionais sejam concluídas”, afirma Manuel Branquinho, referindo benefícios para os associados e adeptos do futebol.

Com 450 atletas e onze equipas a competir nos campeonatos nacionais e distritais, o presidente não tem dúvidas que o sucesso do clube “passa por ter condições adequadas para a prática desportiva”. E o mesmo afirma sobre o trabalho cultural desenvolvido pelas suas escolas de preparação de estudantes para as provas de acesso ao ensino superior, e ensino de línguas. Escolas que comemoraram o ano passado 50 anos.

Acredito que esta direção irá conseguir anular o passivo do clube”

Outro dos objetivos da direção reeleita é consolidar as contas do clube levando o passivo a zeros. Branquinho assume responsabilidade pelo “desequilíbrio financeiro” vindo de anteriores mandatos quando “quis subir de divisão [3.ª divisão] em dois anos consecutivos. Uma ambição que “correu mal”.

Entretanto a presidência de Manuel Branquinho foi interrompida com a eleição de Maria João Velez, que “conseguiu reduzir parte desse passivo para cerca de 160 mil euros”, afirma. No último mandato acompanhado da anterior presidente agora como responsável pela tesouraria, o passivo do clube “reduziu para 40 mil euros”. “Acredito que a equipa reeleita irá conseguir anular esse passivo”, afirma o presidente.

A nova direção comandada por Branquinho, volta a ter Maria João Velez responsável pelas finanças e Jorge Rocha como presidente da Assembleia e mantém praticamente o mesmo elenco que a anterior. “Temos uma equipa diretiva dinâmica ajustada a um clube de média dimensão”, comenta o presidente, que antevê para esta época bons resultados desportivos para o Cova da Piedade.

Artigos Relacionados

Uma resposta a Piedade quer resolver contas e reforçar infraestruturas

Deixe uma resposta

« »