MENU
Pedro Abrunhosa_O Sol da Caparica

O Sol da Caparica atrai 50 mil em dois dias

16 Agosto, 2014 • Humberto Lameiras • Cultura, Destaque

Share Button

“Há muito que a Costa da Caparica merecia um festival como este”, dizia Carlão, ex-Da Weasel, ontem, em cima do palco durante o concerto dos 5-30 para uma multidão em delírio. Nos primeiros dois dias O Sol da Caparica atraiu uma assistência de cerca de 50 mil pessoas. Na noite deste sábado, o recinto do Parque Urbano da Costa da Caparica tem cartaz para voltar a encher.

Anselmo Ralph vai fechar os concertos ao subir ao palco SIC à meia-noite, mas antes atuam David Fonseca, António Zambujo e Ceuzany, enquanto Rita Red Shoes, entre outras bandas, vai estar no palco Blitz.

Com a marca da música lusófona a 100 por cento, O Sol da Caparica já vibrou ao som de bandas históricas como o GNR, teve a euforia de Pedro Abrunhosa que encheu o palco com repórteres de imagem e público, Buraka Som Sistema que a par dos Expensive Soul e 5-30, que levaram os fãs ao rubro, entrou na onda do rap filosofado de Gabriel o Pensador, dançou ao som de raiz dos Deolinda e entrou na batida de João Pedro Pais ao estilo “The Boss”.

Isto enquanto no palco Blitz atuaram, entre vários, os Peste&Sida que inspiraram o nome do festival, Orlando Santos com o seu soul inconfundível e Júlio Pereira que enche o tempo ao som do cavaquinho.

Amanhã, domingo, dia 17, o festival é das famílias com desafios para as brincadeiras da criançada e música a condizer. Palhaços, Avô Cantigas e teatro entre as 11h30 e 18 horas.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

« »