MENU
costa da caparica

População do litoral preocupada com erosão costeira

4 Abril, 2014 • Redação • Destaque, Sociedade

Share Button

A maior parte da população que vive junto às zonas costeiras de Portugal continental está preocupada com as consequências da erosão e reivindica mais intervenção do Governo, de acordo com um estudo sobre mudanças climáticas apresentado dia 2 de abril.

Coordenado pela investigadora Luísa Schmidt, do Instituto de Ciências Sociais (ICS) da Universidade de Lisboa, o estudo está integrado no projeto ‘Change’, que visa analisar os problemas de natureza social e ambiental na linha de costa, tendo sido analisadas as zonas costeiras da Costa da Caparica (Almada), Barra-Vagueira (Aveiro) e Quarteira (Algarve) e realizados inquéritos aos residentes.

“Em termos gerais, os resultados revelaram que as populações das três zonas analisadas manifestam preocupações semelhantes, nomeadamente no que diz respeito aos efeitos da erosão na costa”,  explicou Luísa Schmid, em declarações à agência Lusa, acrescentando que há, no entanto, algumas particularidades, nomeadamente o facto de ter sido a população da Costa da Caparica a manifestar-se mais descontente com as medidas de intervenção de defesa da zona costeira.

Os moradores da Costa da Caparica entendem que as soluções que têm vindo a ser adotadas “são insuficientes” e “depositam toda a responsabilidade e expectativas de intervenção no Governo. 82 por cento dos inquiridos acreditam, mesmo, que a situação atual vai piorar”.

O trabalho dos investigadores revela ainda que são os moradores da Barra-Vagueira, que segundo os investigadores é a zona mais suscetível ao avanço do mar, que mais concordam com a ideia de que os cidadãos devem também contribuir para ajudar a mitigarem este problema.

Segundo as conclusões do estudo, essa maior aceitação da população da Barra-Vagueira deve-se ao facto de existir naquela zona mais “confiança no poder local e nas entidades locais, o que não acontece na Costa da Caparica e em Quarteira”.

Artigos Relacionados

Uma resposta a População do litoral preocupada com erosão costeira

Deixe uma resposta

« »