MENU
PSP viaturas

PSP reforça programa de segurança a pessoas com deficiência

2 Dezembro, 2014 • Redação • Destaque, Sociedade

Share Button

Os Comandos da PSP e as instituições locais que trabalham na área da deficiência e reabilitação vão assinar amanhã, 3 de dezembro, pelas 11 horas, protocolos no âmbito do Programa Significativo Azul. Serão assinados mais de 160 protocolos locais em todos os distritos do País.

O Programa Especial Significativo Azul visa contribuir para a segurança de pessoas com deficiência intelectual ou ainda com multideficiência.

No caso do Comando de Setúbal serão assinados protocolos com a APCAS – Associação de Paralisia Cerebral de Almada e Seixal, CERCISA – Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Seixal e Almada, APPACDM – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental,CERCIMA – Cooperativa de Educação Reabilitação do Cidadão Inadaptado do Montijo e Alcochete, CERCIMB – Cooperativa de Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas da Moita e Barreiro, PERSONA  – Associação de Apoio aos Doentes Mentais Crónicos, RUMO – Cooperativa de Solidariedade Social, NOS – Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente e com a CERCIZIMBRA – Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Crianças Inadaptadas.

Na mesma data assinala-se o Dia Mundial das Pessoas com Deficiência, sancionado pelas Nações Unidas desde 1998, efeméride que a PSP materializa com esta assinatura nacional e que contribuirá para a defesa da dignidade, dos direitos e o bem-estar das pessoas com deficiência.

Estes eventos são o culminar ações de formação que abrangeram cerca de 600 profissionais da PSP e das diferentes instituições que operam nesta área, e prepararão a segunda fase, que permitirá a realização de Ações de Sensibilização pela PSP aos profissionais das instituições, às pessoas com deficiência e aos familiares das pessoas com deficiência. Está ainda programado incrementar ações de formação operadas pela PSP aos profissionais das instituições e reuniões informais para troca de informação e ainda visitas e ações de formação pelos profissionais e clientes das instituições que assinarão este protocolo local aos polícias.

Esta iniciativa decorre do protocolo nacional assinado no dia 06 de Setembro de 2013, que juntou a Polícia de Segurança Pública, a Federação Nacional de Cooperativas de Solidariedade Social, o Instituto Nacional para a Reabilitação e a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade.

 

Foto: DR

Artigos Relacionados

Deixar uma resposta

« »