MENU
MoagemSampaio

Sesimbra regista Moagem de Sampaio

23 Abril, 2014 • Redação • Destaque, Lazer

Share Button

A Fábrica Moagem de Sampaio, um marco da evolução industrial e tecnológica do concelho de Sesimbra, acaba de ser registada no Sistema de Informação para o Património Arquitetónico (SIPA), que reúne mais de dois milhões de documentos, desenhos e fotografias sobre património arquitetónico, urbanístico e paisagístico português e de origem ou matriz portuguesas.

Desta forma, quem agora aceder ao SIPA passa a poder consultar informação detalhada sobre este edifício sesimbrense, com quase um século de história. Descrição, acessos, utilização, cronologia, materiais e fotografias são alguns dos conteúdos disponibilizados.

A Moagem de Sampaio foi erigida no início do séc. XX, num momento chave do panorama económico concelhio, traduzido na transição de uma produção rural e artesanal para um sistema de produção industrializado moderno. Inicialmente uma cavalariça, o edifício foi adaptado na década de 1910 para moagem de trigo e milho. Ao processamento destes cereais, juntou-se, em 1946, a torrefação de café. Esta pequena moagem rural entra em declínio e cessa atividade nas décadas de 1980 e 1990.

Além da Moagem de Sampaio, estão inscritos no SIPA mais 68 registos do concelho de Sesimbra, como, por exemplo, a Jazida de Icnofósseis da Pedra da Mua, a Igreja de Santa Maria do Castelo, o Pelourinho e o Palácio de Calhariz.

Artigos Relacionados

Uma resposta a Sesimbra regista Moagem de Sampaio

Deixe uma resposta

« »