MENU
Transtejo_6

Transtejo reduz gastos em 2013

19 Junho, 2014 • Redação • Destaque, Economia

Share Button

O Grupo Transtejo registou uma redução de 4,1 milhões de euros no total de gastos em 2013 (46,9 milhões de euros), o que representa um decréscimo de 8,1 por cento face ao período homólogo de 2012. Valores que a empresa afirma virem “no prosseguimento da sua política de redução de custos”.

Nos gastos operacionais “verificou-se uma redução de 21,3 por cento, no que respeita à manutenção, o que se traduz no melhor resultado desde 2007”. Segundo a empresa estes resultados devem-se à “otimização dos planos de manutenção das Máquinas PP e às alterações efetuadas na estratégia de contratação”.

Acrescenta fonte da Transtejo que, “devido à melhoria das condições hidrodinâmicas dos cascos e à redução da velocidade dos navios de alta velocidade nas ‘horas de vazio’, registou-se, igualmente, uma redução do consumo de combustível que levou a uma diminuição de 3,7 por cento nos consumos”. Com isto, atingiu o “melhor resultado em termos de poupança de combustível desde 2004 e menos 16 por cento do consumo em 4 anos”.  Valores que se traduzem “num gasto total de combustível de cerca de 8 milhões de euros, o que corresponde a uma redução de 9,2 por cento face a 2012”.

Através do indicador financeiro EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização), a empresa responsável pelas ligações fluviais no Tejo avalia que apesar de “ainda registar um valor negativo, de 7,5 milhões de euros (-9% face a 2012),  regista o melhor resultado  desde 2006”.  O  mesmo  se  verifica  no  resultado  líquido  que, “apesar de negativo (-19,9 milhões de euros), teve uma redução de 11,9 por cento”.

No que respeita aos dados da procura, o grupo frisa ter registado “uma melhoria em 2013 face a 2012, verificando-se um abrandamento da quebra, de -12,3 por cento em 2012 para -4,4 por cento em 2013”. Assim, em 2013 a procura foi de 23 milhões de passageiros, 27 mil veículos e 97 mil bicicletas transportados, correspondendo a um Rendimento por Serviços Prestados de 14,8 milhões de euros (-2,1 por cento face a 2012).

Artigos Relacionados

Uma resposta a Transtejo reduz gastos em 2013

Deixe uma resposta

« »