MENU
Share Button

Rebentou mais um conduta das muitas que têm ultimamente vindo a rebentar um pouco por todo o concelho de Almada, devido ao envelhecimento do sistema de condutas e canalização que passam por debaixo dos passeios, estradas, ruas e vielas de Almada.

Esta situação é, ultimamente, bem  mais recorrente do que se pensa atingindo moradores e seus bens, razão pela qual é urgente uma intervenção muito mais cirúrgica e atempada, sob pena de termos o concelho como se de um campo minado se tratasse, na eminência de qualquer acidente.

É dinheiro público que está em causa e que deveria ser evitado, apostando-se num investimento, é certo de custos avultados, de curto prazo, mas que evitará de futuro mais constrangimentos e menos gastos

É certo e reconhecida a prontidão e actuação dos serviços e piquete do SMAS de Almada na resposta a este tipo de ocorrências, tal como na resposta do pagamento e resolução de conflitos em caso de danos materiais que resultem dessas rupturas, contudo, é dinheiro público que está em causa e que deveria ser evitado, apostando-se num investimento, é certo de custos avultados, de curto prazo, mas que evitará de futuro mais constrangimentos e menos gastos que podem muito bem ser canalizados, por exemplo, para a acção social.

Sendo uma questão de emergência, espera o CDS-PP, que o executivo comunista em Almada, esteja ciente da prioridade que tem nas suas mãos evitando males maiores, para que não tenhamos em Almada mais um factor de afastamento de pessoas e bens ainda maior do que aquele que, por conjunto de más políticas, se tem vindo a verificar ao longo dos últimos anos.

Por outro lado, existem ainda no concelho locais onde o sistema de esgotos e canalização além de muito deficiente, é mesmo inexistente, como é o caso de maior parte das zonas do Vale da Sobreda (Sobreda), tendo o CDS-PP alertado para o facto por inúmeras ocasiões, mas que o executivo persiste em não dar qualquer tipo de resolução.

 

António Pedro Maco
Deputado Municipal e Presidente do CDS-PP Almada

 

 

Artigos Relacionados

Uma resposta a Um caso eminente

Deixar uma resposta

« »